Os 1.000 dias mais importantes da vida do seu filho
5 de junho de 2017
Prevenção da Obesidade na Infância
5 de junho de 2017

48931128 - mom and sleeping baby on the bed, top view. happy mother looking at her sleeping son.

O ato de amamentar ajuda a criança na formação de anticorpos, essenciais nessa fase da vida para que ela possa crescer saudável. No entanto, os pontos positivos vão muito além e se estendem à questão psicológica e social.

É a partir da amamentação que os pequenos estabelecem uma ligação emocional precoce, o que facilita o desenvolvimento da criança e seu relacionamento com outras pessoas. O contato do bebê com o seio da mãe produz a ocitocina e a prolactina, hormônios responsáveis pela sensação de prazer e tranquilidade. Portanto, a formação psicossocial dos bebês é diretamente influenciada pela amamentação.

Quanto maior o tempo que os pequenos se alimentarem do leite materno, menor o risco de desenvolverem alergias alimentares, asma, rinite ou eczema de pele. E tem mais: a amamentação é responsável pela boa formação do sistema nervoso, da musculatura facial e também estimula a inteligência, afinal, é no leite da mamãe que se encontram as proteínas, açúcar, gordura e água necessários aos bebês.

Para as mamães

As mães também têm vantagens enquanto amamentam os filhos. Em um único dia de amamentação gastam-se entre 500 e 700 calorias, ou seja, amamentar ajuda a emagrecer e levantar a autoestima. Ajuda, ainda, o útero a regressar ao seu tamanho normal mais rapidamente, e a perda de sangue após o parto acaba mais cedo. Outro ponto positivo é o fato de proteger contra os tumores de mama e do ovário, osteoporose e anemia.

Na questão psicológica, as mamães tendem a se sentirem mais seguras e menos ansiosas.

Então, por que não valorizar esse ato que só traz benefícios para as mamães e seus filhos? Pense nisso.
Fonte :Texto original extraído do Blog Vida de Mãe – http://www.nestle.com.br/vidademae

carlos
carlos
Médico Pediatra formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Fez Residência Médica em Pediatria pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Membro da Sociedade Brasileira e Paulista de Pediatria. Faz parte do Corpo Clínico dos Hospitais Albert Einstein, Sírio Libanês e Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *