Alimentação de bebês em viagens
7 de junho de 2017
Qual é a diferença entre Prebióticos e Probióticos?
7 de junho de 2017

Nossa dieta é composta por alimentos que contém proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas, oligoelementos e sais minerais. Em relação às gorduras existem aquelas de origem vegetal (óleos vegetais, castanhas) e as de origem animal (gordura da carne, ovos e dos leites).
Algumas gorduras, especialmente as de origem vegetal, possuem moléculas muito grandes e com várias ligações químicas. São os chamados ácidos graxos poliinsaturados de cadeia longa.

Vários estudos mostram que a ingestão apropriada desses ácidos graxos em quantidade e qualidade associa-se ao adequado crescimento, melhor desenvolvimento do cérebro e visual, prevenção de algumas alergias e de doenças cardiovasculares.

Nosso organismo não consegue sintetizar alguns destes ácidos graxos e por isso é fundamental obter- los  através da alimentação para que nosso metabolismo possa funcionar adequadamente.
Existem dois grupos de ácidos graxos essenciais: ácidos graxos de cadeia longa da família ômega-6 (ácido linoléico) e da família ômega-3 (linolênico). O produto final do metabolismo dessas gorduras são o DHA (ômega-3) e ARA(ômega-6).

Quais alimentos contém ômega-6 e ômega-3 ?

Ômega-6: óleos vegetais (soja), sementes e nozes

Ômega-3: castanhas, peixes e linhaça
Crianças menores de um ano (bebês) têm acelerado crescimento e desenvolvimento. Isso significa que há intensa multiplicação celular e amadurecimento dos sistemas, principalmente, do sistema nervoso central. A criança nasce com o cérebro bastante imaturo e com o passar dos meses, há modificações importantes na sua estrutura e funcionamento como a mielinização*. A mielina é uma “capa” de gordura que o neurônio recebe para que possa funcionar de forma adequada. Grande quantidade das gorduras dessa cobertura gordurosa é composta por ácidos graxos da família ômega-3. Por isso a criança deve receber quantidade adequada dessa gordura.
O leite materno contém uma quantidade boa dessas gorduras já prontas ( DHA e ARA)  para o bebê utilizar, a quantidade varia conforme a alimentação da mãe. Na alimentação complementar é importante oferecer para as crianças alimentos fonte dessas gorduras já prontas, como peixe de água fria (sardinha, arenque, salmão, truta), gorduras vegetais, entre outros.

*Mielinização : a mielinização é um processo que acontece desde o período intrauterino e continua até os sete anos de idade, mas o seu pico ocorre até os dois anos. O cérebro nasce formado mas é imaturo, para funcionar de forma adequada os neurônios devem receber uma capa de gordura chamada “mielina” que é composta por diversos ácidos graxos, especialmente por DHA. Essa capa de gordura é como um isolante que permite que as informações passem de neurônio para neurônio sem interferência (encapamento de um fio). Para que a capa de mielina se forme de forma adequada é importante que a criança recebe uma alimentação balanceada e com oferta adequada de gorduras como ácidos graxos essenciais, DHA e ARA.

carlos
carlos
Médico Pediatra formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Fez Residência Médica em Pediatria pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Membro da Sociedade Brasileira e Paulista de Pediatria. Faz parte do Corpo Clínico dos Hospitais Albert Einstein, Sírio Libanês e Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *