O que saber sobre a dengue?
24 de abril de 2017
Diarréias
24 de abril de 2017

Kids playing with wooden toys. Two children, cute toddler girl and funny baby boy, playing with wooden toy blocks, building towers at home or day care. Educational child toys for preschool and kindergarten.

Mamãe, o termo primeira infância está sempre em evidência, por meio dos pediatras, educadores, em reuniões de pais, noticiários, escolas e em muitos outros lugares. Porém, você sabe o que ele significa e qual a sua importância?

A infância, em termos gerais, é a etapa da vida que começa no nascimento e vai até os 12 anos de idade. É a época em que seu filho mais se desenvolve, adquire conhecimento da vida e do mundo por meio dos sentidos – visão, audição, tato, olfato e paladar – e da própria existência. Por isso, corre, brinca, pula… é tudo novo e ele tem uma imensidão de coisas para descobrir.

Por ser tão importante, a infância pode ser dividida em três etapas: lactentes, do nascimento até o bebê completar um ano de idade; a primeira infância, de um a três aninhos de idade; e a criança propriamente dita, dos três anos completos até os 12 anos de idade. Depois disso vem a adolescência, a fase adulta e a terceira idade.

Mas afinal, por que a primeira infância recebe tanto destaque?

Porque este é o período de maior aprendizagem e descobertas. É justamente nesta fase, principalmente até o primeiro ano de vida, que a criança cresce e se desenvolve rapidamente. Basta observar: com cerca de quatro meses seu bebê ganhou peso, está mais encorpado e consegue ficar sentado junto a um apoio; por volta dos cinco meses, este apoio já não é mais necessário; entre os seis e oito meses, começa engatinhar; aos nove, geralmente fica em pé com uma pequena ajudinha; perto de completar um ano, ele já consegue manter-se em pé sozinho e, após essa idade, surgem as primeiras palavras.

Podemos dizer que a palavra da primeira infância é a descoberta. Descoberta de formas, cores, texturas, sabores, espaços e é também uma fase de maior vulnerabilidade, pois seu bebê está começando a conhecer os limites. Por isso, ele necessita de uma proteção extra para ensinar o que pode ou não ser feito e o que implica perigo, ao mesmo tempo em que você o respeita e deixa que ele ganhe conhecimento do mundo ao seu redor.

A saúde, nutrição e bem-estar do seu pequeno nesta fase devem ser suas maiores preocupações, já que é justamente na primeira infância que se inicia a formação dos hábitos alimentares, o desenvolvimento mental, emocional, de aprendizagem e socialização da criança que irão acompanhá-la para o resto da vida.

Mesmo com todos esses cuidados e atenção extras que a primeira infância requer, não é preciso desespero nem desgaste, pois com certeza, esta também é uma das fases mais deliciosas que existem.

Redescobrir o mundo por meio do desenvolvimento do seu filho pode ser realmente emocionante, você concorda?

Fonte :Texto original extraído do Blog Vida de Mãe –http:// www.nestle.com.br/vidademae

 

carlos
carlos
Médico Pediatra formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Fez Residência Médica em Pediatria pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Membro da Sociedade Brasileira e Paulista de Pediatria. Faz parte do Corpo Clínico dos Hospitais Albert Einstein, Sírio Libanês e Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *