Frango com mandioquinha e cenoura
9 de junho de 2017
Como ensinar noções de segurança para uma criança?
9 de junho de 2017
Pediatra em Moema São Paulo

Pediatra em Moema São Paulo

Os bebês que nascem no tempo certo, apresentam nos primeiros meses de vida uma respiração regular, porém interrompida por pequenos períodos de pausa. Este padrão, absolutamente normal, chama-se respiração periódica.
Nos prematuros esta respiração periódica tem uma frequência um pouco maior, com um ritmo mais cíclico e por períodos um pouco mais prolongados – cerca de 5-10 segundos. Estes intervalos são seguidos por um aumento do ritmo, quando a frequência respiratória chega a 50-60 movimentos por minuto. Tudo isto, raramente está associado com alterações do ritmo cardíaco. Estes episódios geralmente cessam ou diminuem bastante por volta das 35 semanas de idade gestacional e não tem nenhuma consequência futura.
O que se observa é uma respiração que varia de rápida e profunda para uma respiração mais vagarosa e superficial. Deve-se entender que isto é absolutamente normal e muda para um padrão mais regular no decorrer dos meses.
As dúvidas que os pais possuem sobre a respiração e costumam levantar-se à noite para checar se o bebê está respirando, inclusive várias vezes, é considerada absolutamente normal.
Com o tempo e a certeza de que tudo está indo bem, os pais passarão a fazer um menor número de visitas durante a noite no berço do bebê.

carlos
carlos
Médico Pediatra formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Fez Residência Médica em Pediatria pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Membro da Sociedade Brasileira e Paulista de Pediatria. Faz parte do Corpo Clínico dos Hospitais Albert Einstein, Sírio Libanês e Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *